Bem vindo ao Arinos Notícias, Terça-Feira, 26 de Janeiro de 2021
noticias
     
11 de Janeiro, 2021 - 14:00
Estado de SP tem média móvel de mortes por Covid-19 acima de 200 pela 1ª vez desde setembro; total de internados passa de 12 mil


O estado de São Paulo voltou a registrar média móvel de mortes por Covid-19 acima de 200 óbitos diários pela primeira vez desde 04 de setembro, o que totaliza 127 dias. O dado, que considera a média dos registros dos últimos sete dias, é de 213 neste sábado (9). O indicador já estava acima de 100 mortes no estado há 57 dias consecutivos.




Nas últimas 24 horas, o estado registrou 269 mortes por Covid-19, totalizando 48.298 óbitos desde o início da pandemia do coronavírus.



A média móvel de casos confirmados da doença no estado também cresceu muito e voltou a ficar acima dos 10 mil casos diários neste sábado, algo que não acontecia há 144 dias, desde 18 de agosto de 2020. Segundo os números da secretaria estadual da Saúde, nas últimas 24 horas o estado registrou 11.561 novos casos confirmados da doença. A média móvel dos últimos sete dias foi de 10.366 casos, totalizando 1.540.513 desde o início da pandemia.

Os novos registros não significam, necessariamente, que as mortes e casos aconteceram de um dia para outro, mas que foram contabilizados no sistema neste período. As notificações costumam ser menores aos finais de semana e feriados, quando as equipes de saúde trabalham em esquema de plantão, e a expectativa é a de que subam nos próximos dias com os registros atrasados por conta das festas de fim de ano.

Movimentação no Cemitério da Vila Formosa na Zona Leste de São Paulo (SP), em 25 de agosto, período crítico da pandemia de Covid-19 na cidade. — Foto: Mauro Borges/Estadão Conteúdo





Movimentação no Cemitério da Vila Formosa na Zona Leste de São Paulo (SP), em 25 de agosto, período crítico da pandemia de Covid-19 na cidade. — Foto: Mauro Borges/Estadão Conteúdo







Variação de 72%






A variação da média móvel de mortes neste sábado foi de 72% em comparação ao valor registrado há 14 dias, o que para os especialistas indica tendência de alta. Como o cálculo da média móvel leva em conta um período maior, é possível medir de forma mais fidedigna a tendência da pandemia.



No caso da variação da média móvel de casos confirmados, a variação deste sábado (9) foi de 79%.



Veja os novos registros no estado de SP nas últimas 24 horas:







  • 269 novas mortes



  • 11.561 novos casos







Veja o total no estado de SP desde o início da pandemia:







  • 48.298 mortes



  • 1.540.513 casos confirmados





  • Maior número de internados desde agosto






    O total de pacientes internados no estado com suspeita ou confirmação de Covid-19 subiu para 12.373 neste sábado (9), sendo 7.128 em enfermaria e 5.245 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).



    O número de internados é o maior desde o dia 16 de agosto de 2020, quando haviam 12.577 pacientes nesta situação. O total de pacientes internados tem se mantido acima de 10 mil desde o início de dezembro de 2020, o que pressiona o sistema de saúde e interfere no atendimento de outras doenças.

    Ambulância deixa o Hospital Israelita Albert Einstein, Av. Albert Einstein, bairro do Morumbi, região sudoeste de São Paulo, nesta quarta-feira, 2 de dezembro de 2020. — Foto: DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO




    Ambulância deixa o Hospital Israelita Albert Einstein, Av. Albert Einstein, bairro do Morumbi, região sudoeste de São Paulo, nesta quarta-feira, 2 de dezembro de 2020. — Foto: DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO




    A taxa de ocupação de leitos de UTI para Covid-19 em toda rede de saúde, incluindo serviços particulares e públicos, é de 66,1% na Grande São Paulo e 64% no estado neste sábado.





    Os índices de ocupação variam dia a dia e a central de regulação do estado é responsável por conseguir vagas para pacientes que estão na fila de atendimento. Nesta quarta (6), alguns hospitais da região metropolitana da capital já registraram ocupação de 100% nos leitos de UTI destinados a pacientes com Covid-19.


    A pior situação está na sub-região da Grande São Paulo Leste, onde está o município de Guarulhos e onde houve o maior aumento de pacientes da região metropolitana no último mês, entre 5 de dezembro e o dia 5 de janeiro, com incremento de 36%. O número de leitos de UTI também subiu, mas em escala menor :11%.



    A Prefeitura de Guarulhos afirma que deve contratar ao menos 20 novos leitos de UTI da rede particular para conseguir atender a demanda de novas internações, mas a contratação não tem prazo para ocorrer.



    Na segunda (4), o secretário municipal da Saúde da cidade de São Paulo, Edson Aparecido, disse que a previsão é a de que haja uma pressão maior por leitos na capital paulista a partir do dia 20 de janeiro.












 

Fonte: G1
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
26/01/2021
25/01/2021
23/01/2021
22/01/2021
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2021 - Arinos Notícias