Bem vindo ao Arinos Notícias, Sexta-Feira, 20 de Abril de 2018
Noticia
     
13 de Abril, 2018 - 14:32
Juíza manda bloquear R$ 31,5 milhões do estado para investimento em sistema socioeducativo em MT

Determinação é para construir centros socioeducativos em Tangará da Serra e Sinop e reforma do Complexo Pomeri, em Cuiabá. A juíza é Gleide Bispo Santos, da 1ª Vara Especializada da Infância e Juventude de Cuiabá, determinou o bloqueio de R$ 31,5 milhões do governo do estado para a construção de dois centros socioeducativos e reforma de uma unidade do sistema. A decisão é do dia 9 deste mês e o processo tramita em sigilo.


Dos R$ 31,5 milhões a serem bloqueados, R$ 15 milhões é para a construção de uma unidade socioeducativa em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá; R$ 15 milhões para colocar em prática o projeto em Sinop, a 503 km da capital, e R$ 1,5 milhão para a conclusão da reforma do Complexo Pomeri, em Cuiabá.



Em nota, o governo diz que ter recorrido da decisão na quinta-feira (12) e alegou que a decisão leva em consideração um cenário de 2011 e que depois disso ocorreram mudanças, como a elaboração do Plano Decenal do Sistema Socioeducativo (2015-2024).



Conforme a Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), o Plano Decenal do Sistema Socioeducativo 2015/2024, a construção de unidade socioeducativa no polo de Tangará da Serra não está previsto no plano, pois pelos diagnósticos técnicos não havia demanda, mas que elaborou um planejamento para a construção da unidade em uma área doada pelo município, com previsão de início da construção a partir de 2020.



Sobre a reforma do Centro Socioeducativo de Cuiabá, a Sejudh afirma que está em andamento e a previsão de entrega é no prazo de seis meses.



Já a respeito de Sinop diz que desde agosto de 2013 está em funcionamento o Centro de Atendimento Socioeducativo de Sinop, inicialmente adaptado em um espaço pequeno e que o município doou um terreno ao estado para a construção de uma nova unidade.




O cronograma de obras depende da escrituração da área, que está andamento pela Procuradoria Geral do Estado (PGE).



 

Fonte: G1 MT
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
17/04/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2018 - Arinos Notícias