Bem vindo ao Arinos Notícias, Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017
Noticia
     
7 de Dezembro, 2017 - 15:59
Suspeita de vender diplomas falsos, empresa é investigada em Barra do Garças




A operação “Paideia” da Polícia Civil cumpriu nesta quarta-feira (06) dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 1ª Vara Criminal de Barra do Garças (a 406 km de Rondonópolis), em uma empresa investigada por suspeita de vender diplomas e certificados falsos, de conclusão do ensino médio.


De acordo com a Polícia Civil, durante a investigação os policiais descobriram que os proprietários da empresa faziam diversas publicidades nas redes sociais sobre como concluir o ensino médio em apenas dois meses e dependendo da urgência, alguns dos casos as etapas do curso eram finalizadas até em 15 dias.





A empresa dizia ser uma extensão de um instituto, com sede em Cuiabá (a 215 km de Rondonópolis), o qual possui autorização para ministrar cursos na modalidade Educação de Jovens e Adultos à distância em todo o território de Mato Grosso.





Segundo o delegado Wilyney Santana Borges Leal, os policiais se passaram por clientes e ligaram na empresa. Eles conversaram com uma das proprietárias dizendo que precisariam de um diploma do ensino médio para matricular em uma faculdade de medicina, alegando a urgência para não perder a vaga, a atendente pediu alguns documentos e o valor de R$ 1,2 mil.





Ao telefone a empresa ainda informou que algumas provas, as quais deveriam ser devolvidas para correção estaria no e-mail do requerente no mesmo dia e que em 6 dias o diploma já estaria confeccionado.





Durante o cumprimento dos mandados foram apreendidos computadores, celulares, carimbos falsificados, papéis especiais para emissão dos diplomas, diversos contratos de prestação de serviços, nove diplomas e históricos escolares do ensino médio falsificados que ainda não tinham sido entregues aos alunos.





A estimativa inicial é de que pelo menos 150 pessoas tenham obtido certificados falsos do ensino médio através da empresa, sendo que boa parte já cursaria universidades e cursos técnicos com a utilização do diploma.




 

Fonte: AgoraMT
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
14/12/2017
13/12/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2017 - Arinos Notícias