Bem vindo ao Arinos Notícias, Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017
opiniões
     
13 de Marco, 2014 - 10:12
“Filhos de pais separados também podem ser felizes”

  Fabiano Hueb

Todos os pais, homens ou mulheres, que vêem o casamento acabar possuem um mesmo pensamento: e meus filhos? Em meio a toda insegurança e turbilhão de emoções do fim de um relacionamento, a preocupação em relação ao futuro e à felicidade das crianças é constante. O novo livro da Editora Arte Paubrasil, “Filhos de pais separados também podem ser felizes” vem ao auxílio desses pais que, por vezes, ficam perdidos em relação a como agir.

A obra é fruto das experiências e estudos de Fabiano Hueb, médico e pai de João Lucas, Carolina e Ana Victoria. Separado há oito anos, o autor criou um roteiro para orientar os pais sobre a importância do seu papel no desenvolvimento emocional de seus filhos. “A questão reside na forma como os pais lidam com essa separação e de que maneira convivem com seus filhos depois dela”, adianta Fabiano que, desde o início, fez questão de deixar claro aos pequenos o tamanho de seu amor e que, apesar do relacionamento com a mãe deles ter acabado, entre eles nunca haveria distância.

O autor relata de forma simples e direta sua experiência como pai presente, mostrando também de que forma agir para que os filhos sintam-se amados e seguros psicologicamente, o que depende necessariamente de uma relação saudável com a imagem que os pais alimentam um do outro para eles.

Síndrome da Alienação Parental

A obra de Hueb é a primeira no Brasil a tratar da Síndrome da Alienação Parental, um assunto sério e delicado que até agora havia passado despercebido pelos brasileiros.

Em um capítulo dedicado especialmente ao assunto, Dr. Fabiano discorre de forma objetiva sobre os sintomas desta doença psicológica, suas conseqüências para os filhos, as diferentes formas de Alienação Parental e, mais importante, com preveni-la e “remediá-la”.

Na síndrome, descrita e definida por estudos do Departamento de Psiquiatria Infantil da Universidade de Colúmbia - EUA, um dos genitores, sentindo-se enciumado ou inconformado após a separação, induz os filhos a sentir raiva do outro sem justificativa. As conseqüências para os filhos, segundo as pesquisas realizadas, podem ser devastadoras. As crianças podem sofrer depressão crônica, sentimento de culpa, isolamento e em alguns casos podem até chegar ao suicídio. Os estudos mostram também que filhos de pais alienadores têm maior inclinação para o alcoolismo e o uso de drogas.

Segundo pesquisa de 2007 do Datafolha, no Brasil, aproximadamente uma em cada quatro pessoas é filha de um casamento que acabou e, para Hueb, esta síndrome é muito mais comum do que se imagina.

O livro Filhos de pais separados também podem ser felizes é o novo aliado dos pais que prezam pelo amor e respeito na criação de seus filhos, independente do casal estar junto ou separado. Para o autor, a relação homem/mulher pode acabar, mas o papel pai/mãe é para sempre.

 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
mais opiniões
06/10/2016
11/04/2016
26/11/2015
22/07/2015
24/03/2015
21/03/2015
18/03/2015
17/03/2015
09/02/2015
07/01/2015
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2017 - Arinos Notícias